Segue-nos no Facebook e juntos vamos criar a maior comunidade de MMA em português!

Espaço do Fontes #1 – The Show Within The Show

Boas pessoal!!

Estarão certamente a estranhar e a pensar para vocês mesmos: “quem é este gajo e o que faz por aqui a escrever? “.

Bem, passo a explicar e aproveito para me apresentar também: o meu nome é João Fontes e começarei a partir de hoje e uma vez por semana, a deixar por aqui as minhas opiniões e pontos de vista sobre aquela que é a vossa – e minha também – paixão: o MMA.

O convite partiu do “ The Man “ Rafael Silva, que sabendo que vou escrevendo umas coisas sem importância por aí e também do meu gosto pela modalidade, amavelmente me concedeu a honra e oportunidade de poder participar num projeto que há muito admiro.

Sou seguidor de MMA – com especial enfoque na UFC e na Bellator – desde que vi, sem perceber ainda muito bem o que estava a observar, a luta entre Forrest Griffin e Stephan Bonnar, relativa ao Ultimate Figther inaugural. Nesse dia fiquei apaixonado e nunca mais larguei esta “mulher “chamada MMA, que me acompanha quase diariamente, como aliás ocorre nos grandes amores.

Tentarei por isso, a partir de hoje, dar-vos um insight, o mais correto e detalhado possível – ainda assim opinativo – daquilo que foi a semana dentro das Mixed Martial Arts, tendo como ponto de referencia a UFC e a Bellator mas podendo sempre percorrer outros caminhos, promotoras ou lutadores, caso se justifique.

E dizem as regras que, na primeira edição de qualquer rubrica, deveremos ser o mais fieis possíveis à mesma, para que as pessoas facilmente compreendam ao que vimos. Pois vão-me desculpar, mas vou quebra-las!  Justificadamente, como à frente compreenderão.

A verdade é que pretendo homenagear nesta minha estreia – até porque poderei não ter oportunidade de o voltar a fazer – uma figura dentro do nosso Mundo, um homem que apesar de ver reconhecido o seu valor (são muitos os elogios e prémios que já arrecadou), vê por vezes ser esquecida a sua verdadeira importância.

Falo de Bruce Buffer, “o espetáculo dentro do espetáculo “.

Vindo de uma “Família Real” dentro do ring announcement – Bruce é afinal irmão de Michael Buffer, o criador da frase mais celebre da história, o “ let´s get ready to rumble “ – conseguiu algo que se pensaria impensável há alguns anos, ultrapassar o irmão em popularidade, a unidade de medida quando falamos nesta profissão.

E fê-lo à custa do seu talento: a uma voz incrível e naturalmente moldada para este tipo de eventos, soube acrescentar catch frases que já se tornaram lendárias e uma energia inigualável, que o fizeram ser já considerado uma figura indissociável do sucesso da própria UFC.

Ver UFC com Bruce Buffer é uma coisa, sem ele é outra. Esta simples constatação dirá tudo acerca da sua importância.

Numa era em que o espetáculo é tão ou mais valorizado do que a qualidade de conteúdo, “ the show within the show “ é o nosso elo de ligação ao Mundo UFC.

O homem que, não sendo lutador ou promotor, é a cara reconhecida por todos e que, não duvidem, terá já atraído, através das suas históricas “ intros” , milhares e milhares de pessoas para a modalidade.

Temos por isso muito a agradecer-lhe.

A minha singela homenagem aqui fica. Mas essa pouco interessa.

Importante mesmo é a que lhe fazemos sempre que entra no octógono: ao vibrarmos com cada palavra, ao delirarmos com cada gesto.

E é esse o grande legado de Bruce Buffer, não duvidem.

Até à próxima, boas lutas!

Sobre o Autor

Facebook Profile photo

Comentar

Editar avatar »