Segue-nos no Facebook e juntos vamos criar a maior comunidade de MMA em português!

Previsão Murro no Estômago #10 – Bellator 184

Enquanto a UFC não sabe promover as divisões mais baixas, o Bellator realiza esta Sexta-Feira, um evento que terá dois combates na divisão de Featherweight e na divisão de Bantamweight. O main event colocará frente-a-frente, os dois melhores lutadores atuais da divisão de peso galo e será pelo título e o co-main event poderá determinar o próximo candidato principal ao título da divisão de peso pena.

Leandro Higo (17-3) Vs Joe Taimanglo (23-7-1) – Divisão de Bantamweight

Este combate coloca em confronto, os dois lutadores que defrontaram pela última vez os dois main eventers, e ambos foram derrotados, Leandro Higo substituiu Caldwell a poucos dias da luta e foi derrotado por Dudu Dantas e Taimanglo, no rematch com Caldwell também foi derrotado.

Higo, quando foi contratado pelo Bellator era visto como o homem certo para defrontar Dantas, falhou na primeira oportunidade, com uma derrota por decisão dividida, mas também com pouco tempo de preparação para o combate. Participou do TUF Brasil 4 e vai em busca voos maiores para sua carreira depois de ter sido campeão na LFA. Para vencer Taimanglo, tem do seu lado pertencer à grande equipa dos irmãos Pitbull e isso significa ter um striking muito afiado, mas a sua fortaleza é o seu jiu jitsu de alto nível, sendo faixa preta na modalidade. Higo, é um lutador calmo, mais técnico que rápido, demonstra alguns problemas defensivos ao nível do striking o que poderá significar problemas contra um adversário como Joe Taimanglo.

Taimanglo, foi desvalorizado no primeiro combate contra Caldwell e venceu contra todas as expectativas, no rematch chegou-se a pensar que poderia acontecer o mesmo. Taimanglo. é originário do Guam, e é um autêntico tanque, é um lutador que está o combate inteiro a pressionar o seu adversário sem o deixa respirar e isto quer a luta se esteja a desenrolar no chão ou em pé. Houve vários lutadores que achavam que ele só tinha força e que lhe faltava a técnica e demonstrou que afinal ele também os consegue derrotar, no entanto Taimanglo é um lutador que é acertado muitas vezes, o que o poderá colocar em perigo, apesar do seu queixo de aço.

Aposta: Aposto na agressividade de Taimanglo.

John Macapá (21-2-2) Vs Pat Curran (22-7) – Divisão de Featherweight

A primeira luta da noite na divisão de Featherweight, é candidata a luta da noite e coloca dois top contenders da divisão em confronto, o ex bi campeão Pat Curran defronta John Teixeira, agora mais conhecido por John “Macapa”.

Macapá, vinha numa streak de 10 vitórias consecutivas, até defrontar Daniel Weichel, com o qual perdeu numa luta equilibrada, por decisão dividida. Weichel é agora o principal contender ao título de Patrício Pitbull e Macapá vai ter que se recuperar e nada melhor do que defrontar um ex campeão. Macapá é dos meus lutadores favoritos do Bellator, treina com a Nova União, mas está longe de ser um lutador unidimensional de jiu jitsu, especialidade da equipa onde treina José Aldo. Macapá, tem um Muay Thai de muita qualidade, agressivo, sem medo de ir para cima dos adversários, conseguindo fazer grandes transições entre pé/chão. A derrota com Weichel, poderá te-lo enfraquecido psicologicamente, uma vez que estava muito próximo do título.

Curran, ex campeão da divisão e vem de uma vitória por KO, contra Georgi Karakhanyan, era para ter defrontado Macapá no Bellator 167, mas por lesão não conseguiu participar nesse combate sendo substituído por Justin Lawrence. É um guerreiro, com um striking apuradíssimo e com uma capacidade incrível de se reinventar e de fazer caminhadas para lutar pelo título. Curran além do boxe, também praticou wrestling jiu jitsu, o que o torna um lutador completo e muito dificil de colocar KO ou de o submeter.

Aposta: Macapá merece esta vitória e tem todas as condições para vence-la e demonstrar que é um real contender ao título.

Emanuel Sanchez (15-3) Vs Daniel Straus (23-7) – Divisão de Featherweight

Será a segunda luta de Featherweight e é dificil dizer qual delas a mais interessante e qual delas a que determinará o próximo adversário de Patricio Pitbull. Na minha opinião, os vencedores de ambas as lutas deveriam defrontar-se e aí decidia-se o number on contender.

Sanchez,  Nos últimos 7 combates, só foi derrotado por Pat Curran e por Daniel Weichel, de resto só vitórias, sendo a maior parte delas por decisão. No seu último combate, alcançou a vitória mais importante da carreira contra o ex campeão Marcos Galvão. Vou-me repetir, mas estamos perante mais um lutador extremamente agressivo no striking e que tem vindo num crescendo, a demonstrar que é um nome a ter em conta para a corrida pelo título da divisão. É versátil, mas no chão tem um estilo agressivo e, normalmente, castiga muito os seus adversários com as suas mão pesadas, procurando o ground and pound para deixa-los KO.

Straus, já defrontou o Patricio Pitbull 4 vezes, vencendo 1 e perdendo as restantes três, é o ex campeão desta divisão e em caso de derrota poderá dizer adeus a uma oportunidade pelo título, enquanto o brasileiro for campeão. Daniel Straus tem um boxe de muita qualidade, é rápido e tem um jogo de pernas muito fluido. Defensivamente, utiliza a sua estatura e a sua velocidade para conseguir fugir aos golpes dos seus adversários, tendo, também, qualidade defensiva na tentativa de quedas dos adversários. Os seus defeitos, que são o grappling defensivo, o que demonstra as sua últimas derrotas, todas por submissão.

Aposta: A experiência de Straus vai ter de fazer a diferença.

Darrion Caldwell (10-1) Vs Eduardo Dantas (20-4) – Divisão de Featherweight

Tem-se tornado num dos reinados mais “fáceis” do Bellator e agora poderá atingir o seu pico de interesse, uma vez que Eduardo Dantas vai defrontar um dos maiores talentos da divisão, Darrion Caldwell.

Caldwell,  estreou-se no MMA em 2012 na Legacy FC, sendo em 2014 contratado pelo Bellator, na altura gerido por Bjorn Rebney, a sua carreira veio num crescendo, somando vitória atrás de vitória, defrontando cada vez adversários de maior qualidade, inclusive venceu o único campeão do Bellator em duas divisões, Joe Warren. Em Julho de 2016, defrontou Joe Taimanglo e foi surpreendido por uma guilhotina, que significou a sua primeira derrota da carreira, conseguindo depois uma desforra, que desta vez o colocou no caminho das vitórias novamente. Caldwell é tipico wrestler americano, foi campeão da Divisão I da NCAA pela North Carolina State University, explosivo, intenso e rápido, com umas mãos igualmente poderosas e uma estatura de impor respeito. No entanto, o seu grappling defensivo, tem algumas falhas, como vimos com Joe Taimanglo.

Dantas, atualmente é o campeão mais dominante do Bellator, atualmente, para vencer toda a concorrência, só lhe falta Caldwell, Taimanglo e o recém chegado Michael MacDonald. A sua carreira veio em crescendo, de um miudo pouco confiante e por vezes a entrar a medo nos combates, tornou-se num lutador confiante e que em cada combate, soma vitórias e mais confiança para o seguinte. Dantas, é atleta da Nova União e como tal tem um Muay Thai rápido, agressivo e certeiro, aliando a isso uma óptima defesa de quedas. É dificil encontrar dificuldades num lutador, que já enfrentou todo o tipo de concorrência e conseguiu ultrapassa-la, mas claramente que contra um Caldwell explosivo, é necessário ter alguma cautela na agressividade, dado que Caldwell se conseguir colocar Dantas no chão irá pressiona-lo sem lhe dar muito tempo para pensar e colocar o seu jogo em prática.

Aposta: A minha aposta vai para a manutenção de Dantas e venha o McDonald.

Sobre o Autor

- Madeirense e fã do Clube Sport Marítimo, lidou com a síndrome de ser de uma ilha criando um podcast sobre MMA chamado Murro no Estômago. É também autor/administrador do site Ultimate Fight.

Comentar

Editar avatar »